Portaria remota deve crescer 30% em 2020

Conforme levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), as soluções de portaria remota, como o Porteiro Virtual da Protector, por exemplo, já representam 20% do volume de vendas de 67% das empresas ouvidas na entrevistada. Ao mesmo tempo, um quinto desse público declara que, para o próximo ano, a expectativa é a de que se possa superar os 30%. Tudo porque, além de representar maior economia nos gastos dos condomínios, a portaria remota garante maior segurança, visto que elimina o contato direto do profissional que controla o acesso de entrada e saída com possíveis criminosos. Afinal, tudo é gerenciado a partir de uma central de monitoramento que funciona à distância.

A pesquisa da Abese também demonstra um levantamento das regiões que já concentram a maior atividade e aceitação desse serviço. Entre elas estão as regiões Sul e Sudeste. O estado com maior participação é São Paulo, com 43%, seguido por Paraná (13%), Rio Grande do Sul (9,2%), Rio de Janeiro (8,4%) e Minas Gerais (7,6%). Para saber mais sobre o Porteiro Virtual e contar com as grandes tendências da área de segurança, entre em contato com a Protector!